Skip to content

Mídia nefas, Brasil nefas.

março 26, 2009
Hahahaha

Hahahaha

Eu já não acredito mais no poder da lei. A maioria desobedece e quem obedece vai preso. Encobrem o crime para legalizá-lo, porque é mais cômodo. Aquele artista famoso que fuma um back será totalmente a favor da legalização da maconha e mobilizará toda a mídia, porque não quer ser taxado de criminoso. Um cara mata e rouba, mas mete medo nos bandidos que são o pessoal da PM, enquanto outros vendem e compram armas com o batalhão.

Enquanto isso, no esconderijo da liga da justiça, o pessoal tá ganhando um dinheirão para não fazer nada, em cima de quem teme a lei. Quem era presidente, agora é senador e continua me decepcionando. Rouba dinheiro em um mês, quando a propina não vem, denuncia todo mundo. Parece que é santo.

Enquanto eu acho que brasília está em outro país (a distância é tão grande). Distância espacial, distância econômica. Status. Fico aqui, temendo, igual burro, o poder da lei e me revoltando com o desastre que é a Globo e a VEJA. Desastre uma vírgula. Os caras escrevem bem, cheio dos argumentos. Detonam qualquer um, sem vergonha na cara. Mas ficar destorcendo acontecimentos é uma palhaçada.

No dia 4 de março, foi capa da VEJA a reportagem que falava dez motivos para ser otimista com a crise americana e, como um mero detalhe – quase que inútil – tocaram no infortúnio do desemprego. A Carta Capital, no mesmo dia,  publicou na capa que os banqueiros estavam sem dinheiro.

Ontem, a VEJA publicou uma reportagem sobre os protestos do povo americano contra o uso do dinheiro público, para contornar a crise das corporações. E a Carta Capital leva na capa o título “Desemprego”, relacionando com a crise.

O que quero dizer é que o pessoal se preocupa demais em brigar e se esconder, que esquece do seu suicídio programado. Esquece do calor que tá fazendo, dá fome que dá, de vez em quando, da falta de professores, do excesso de armas e de drogas, da juventude precoce, dos absurdos que esses pedófilos nojentos praticam… Esquecem de meros detalhes que, afinal, não são, realmente, importantes. A economia é o motor da sociedade, então, me diz, pra que ligar para moleque que mata e gente na rua? Isso aí não é problema nosso.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: