Skip to content

Uma prosa sobre o ensaio do Mercador

agosto 26, 2009
Mercadante em seu discurso

Mercadante em seu discurso

Eu jurava ter visto um pequeno feixe de luz em meio as trevas do Senado. Aloizio Mercadante, que é líder do PT no Senado desde janeiro, ficou de bico, porque Sarney foi “absolvido”. E berrou e chorou. Disse que iria sair da liderança, ia revolucionar o partido. Deu um ataque, de forma irrevogável, ainda por cima. Depois que as coisas acalmaram, o chefe (Lula) foi dar uma palavrinha com seu amigo Aloizio. O mais engraçado (palavra correta?) é que Mercadante recuou! Ah, claro. Lulinha poderia tê-lo sugerido revolucionar sem escândalo, sendo líder do PT no Senado, sendo mais um representante da falta de ética dentro daquele inferno. Mas eu não acredito e não ponho minha mão no fogo nem por um, nem por outro. Afinal, o mundo gira, operário vira patrão, comunista vira um porquinho cheio de dinheiro e quem quer revolucionar acaba sendo comprado e virando financiador de ‘falcatruas’. Cuidado com o que diz, já dizia minha mãe. O povo não esquece o que o fere. É mundo, vamo que vamo.

  • Leia mais

G1.globo

PT: Partido do Tumulto

agosto 20, 2009
Dilma e Lula :)

Dilma e Lula 🙂

Parabéns Dilma e minhas congratulações ao Sr. Lula por ajudarem a preencher o álbum do PT sobre “Merdas que fiz enquanto estive no poder”.

Uns poucos anos atrás (porque 29 anos não são nada para a história desse país), deveria até ser bonito ver operários explorados lutando e arriscando suas vidas e suas dignidades por um mundo mais justo. Chega ser até cômico, como quase três décadas depois da fundação, o partido continua arriscando sua dignidade, mas sem trabalho e por outros motivos.

Era uma vez...

Era uma vez...

A manchete publicada pelo site do senado, às 18h06, sobre o Conselho de Ética dizia “Por 9 votos a 6, Conselho de Ética arquiva ações contra Sarney”. Essa foi a gota d’água, aliás, foi o copo derramado por inteiro. Chegou a um ponto em que nem mesmo os próprios senadores do PT aceitam essa palhaçada, sentem vergonha de serem filiados, não é mesmo Senador(?) Flávio Arns? Este que discursou, envergonhado, logo após a mais clara expressão de carência de

Adeus PT

Adeus PT

ética no Conselho de (quem diria?) ÉTICA.

Marina Silva também cansou. Adeus PT, adeus vergonha. Eu admiro essa mulher, não só por sua caminhada de vida, mas pelas demonstrações de ética que teve em muitos momentos desses vinte e nove anos com o PT, mesmo que isso significasse discordar e denunciar. Espero que ela aceite a proposta do PV para se candidatar a presidência. Se depois desses absurdos, os cidadãos (aqueles que fazem política) não entenderem… Ah, Brasil, já nem sei como vamos ter fé em ti!

charge05_pt

História do PT

Bem operários, a esquerda virou direita e o melhor agora é buscar justiça. Justiça social, ambiental, racial, nas crenças, nas artes… Em tudo. Mas entendam, se vocês presenciarem um mundo (ou até mesmo um pequeno bairro) completamente justo, acreditem, estarão no céu!

Boa sorte para nós, cidadãos, professores, estudantes e esperançosos em um NOVO senado, numa outra ética.

Senado está com sarna

julho 10, 2009
Sarney

Sarney

“O governo considera necessário apurar todas as pessoas envolvidas em malfeituras (sic). Mas discordo taxativamente de atribuir problemas estruturais que duram mais de 15 anos a uma única pessoa.” Dilma Rousseff, em defesa de José Sarney

Realmente, Dilma. José Sarney de Araújo Costa, 35º presidente da República, maranhense, atual presidente do Senado, figura ilustrissima, é santo e bom. Não me assusta que nosso presidente, digo, amigo, Luisinho, esteja apoiando seu parceiro em momentos tão difíceis.

Afinal, ninguém gostaria de levar a culpa por algo que já vinha ocorrendo há 15 anos, né Rousseff? Que povo injusto somos. Julgar só o presidente do senado pela falha de todos. Esse, realmente, é um grande argumento para tirar as acusações contra Sarney.

Senado e seu presidente

Senado e seu presidente

Basta! Todos os anos são as mesmas coisas. Um delatando o outro por corrupção, fraudes, desvios… Agora vem essa de “ato secreto”, antes era mensalão. É tudo farinha do mesmo saco. O que, na verdade, falta para esses bichos, que se dizem seres humanos, em brasília é um pouquinho de ética, porque a moral já está destruída.

É triste viver em um país tropical, abençoado por Deus, bonito por natureza que tem que engolir esses caras controlando a mídia e a política para que tudo ocorra a seu favor.

“O Sarney tem história no Brasil suficiente para que não seja tratado como se fosse uma pessoa comum.” Luís Inácio Lula da Silva

Pessoa comum? Esse cara é bizarro e, definitivamente, não é para o céu que vai. Onde já se viu, viver com o dinheiro da população e mandar migalhas para quem o sustenta? Além disso tudo faz parte da Academia Brasileira de Letras. Imortal só se for no inferno.

Já até cansei dos mesmo chavões: devio de verbas, corrupção, nepotismo e money no bolso, muito money. É, somos todos cornos, os últimos a saber da traição dos nossos representantes.

Presidentes

Presidentes

E o Ptista, esquerdista (Hum?!), vermelhão, perigo para a armada em tempos remotos, Lulinha me decepcionou de novo ao apoiá-lo. Bem, nada mais conservador que um liberal no poder e nada mais liberal que um conservador na oposição – com a presidência de Lula, a cada dia o “poeta” tem mais razão. Não passa de um protecionismo.

“A crise do Senado não é minha. A crise é do Senado. É essa instituição que nós devemos preservar. Tanto quanto qualquer um aqui, ninguém tem mais interesse nisso do que eu, até porque aceitei ser presidente da Casa.” José Sarney

Merece até ser canonizado! Fora Sarney. E se a culpa não é só dele, que não haja impunidade… Fora toda essa sociedade secreta forjada. Que vão todos para o vaso sanitário, pois merda já são.

“Sociedades secretas são grupos de pessoas que se reúnem em segredo com um propósito em comum,quase nunca revelado.Seus membros nem sempre são anônimos.” Wikipédia
Sociedades secretas são grupos de pessoas que se reúnem em segredo com um propósito em comum,quase nunca revelado.Seus membros nem sempre são anônimos.
...

...

  • Leia mais (Clique na imagem para ler no site)
Jarbas Vasconcelos critica apoio de Lula a Sarney

Jarbas Vasconcelos critica apoio de Lula a Sarney

Mídia nefas, Brasil nefas.

março 26, 2009
Hahahaha

Hahahaha

Eu já não acredito mais no poder da lei. A maioria desobedece e quem obedece vai preso. Encobrem o crime para legalizá-lo, porque é mais cômodo. Aquele artista famoso que fuma um back será totalmente a favor da legalização da maconha e mobilizará toda a mídia, porque não quer ser taxado de criminoso. Um cara mata e rouba, mas mete medo nos bandidos que são o pessoal da PM, enquanto outros vendem e compram armas com o batalhão.

Enquanto isso, no esconderijo da liga da justiça, o pessoal tá ganhando um dinheirão para não fazer nada, em cima de quem teme a lei. Quem era presidente, agora é senador e continua me decepcionando. Rouba dinheiro em um mês, quando a propina não vem, denuncia todo mundo. Parece que é santo.

Enquanto eu acho que brasília está em outro país (a distância é tão grande). Distância espacial, distância econômica. Status. Fico aqui, temendo, igual burro, o poder da lei e me revoltando com o desastre que é a Globo e a VEJA. Desastre uma vírgula. Os caras escrevem bem, cheio dos argumentos. Detonam qualquer um, sem vergonha na cara. Mas ficar destorcendo acontecimentos é uma palhaçada.

No dia 4 de março, foi capa da VEJA a reportagem que falava dez motivos para ser otimista com a crise americana e, como um mero detalhe – quase que inútil – tocaram no infortúnio do desemprego. A Carta Capital, no mesmo dia,  publicou na capa que os banqueiros estavam sem dinheiro.

Ontem, a VEJA publicou uma reportagem sobre os protestos do povo americano contra o uso do dinheiro público, para contornar a crise das corporações. E a Carta Capital leva na capa o título “Desemprego”, relacionando com a crise.

O que quero dizer é que o pessoal se preocupa demais em brigar e se esconder, que esquece do seu suicídio programado. Esquece do calor que tá fazendo, dá fome que dá, de vez em quando, da falta de professores, do excesso de armas e de drogas, da juventude precoce, dos absurdos que esses pedófilos nojentos praticam… Esquecem de meros detalhes que, afinal, não são, realmente, importantes. A economia é o motor da sociedade, então, me diz, pra que ligar para moleque que mata e gente na rua? Isso aí não é problema nosso.

Bom dia, amados.

março 26, 2009
Conflito.jpg

Conflito.jpg

Por enquanto, nenhum leitor. Não que eu me incomode com o fato de ser ou não lida. Mas há outros que sim.

Fiquei sabendo de atritos entre colunistas de partidos e de revistas. Achei o máximo, porque o que ocorre, em suma, é a necessidade de ler o outro e, simplesmente, discordar. Não de maneira curta e simples, mas sereveramente. É quase romântico isso, essa preocupação com o próximo. Nem santo, nem louco. São apenas vítimas desse mundo perverso e nefasto.

Falando nisso, depois de me frustar buscando inspiração, resolvi decidir de uma vez por todas o nome do blog. Que fique desta maneira, afinal.. Sendo legal ou imoral, estou a sós comigo mesma para desabafar e dissertar e narrar e descrever (tanto faz) o que acontece por aí, sob meu ponto de vista. De uma futura mulher, atual adolescente, com 17 anos na cara que estuda para morrer de trabalhar e depois morrer, mesmo.

Como estou com pressa e ninguém vai ler esse post, por enquanto, me despeço agora para assistir uma aula sobre esta amiguinha aí que resolveu nos ligar, antes de entrar: A crise. Amplexos. Fui!